A experiência que mudou a minha vida

Postado em 20/12/2015

Viajar para o Japão foi sem dúvida a experiência que mudou a minha vida.

Nunca imaginei que um dia sairia de Teresina com uma bolsa de estudos com tudo pago para fazer um Curso de Planejamento Ecoturístico.

O processo de seleção foi muito concorrido, eram apenas 13 vagas para todos os países tropicais e subtropicais do mundo! Era um sonho bom demais para ser verdade.

E não é que o universo tem dessas surpresas, adivinha, eu fui selecionada!

Ainda lembro a emoção mesclada com nervosismo quando recebi a ligação da JICA - Agência Internacional de Cooperação Japonesa, confirmando que eu havia sido selecionada. Nesse momento vi como minha comum vida ia se desmoronando como um castelo de cartas e eu me deixei levar, era um sonho se tornando realidade.

Primeira viagem internacional, sozinha, nervosa, apreensiva, mas confiante e acreditando que a energia positiva que tinha me levado até aqui ia fazer com que tudo desse certo. Foram mais de 24 horas de voo (4 companhias aéreas, infinitas conexões: Brasília, São Paulo, Santiago do Chile, Aukland, Osaka), até chegar ao meu destino final: Okinawa, uma pequena ilha situada ao sul do continente japonês.

Estava começando uma nova vida para mim, vibrante e cheia de desafios, tudo que eu adoro!

Claro que estava nervosa diante de tudo isso, porém sentia uma enorme sensação de alegria, mesclado com agradecimento ao universo por ter sido abençoada com esse magnífico presente.

No próximo post vou dividir com você como foi chegar a um país que quase não se fala inglês, e muito mais dessa viagem inesquecível.

Algumas dicas que me ajudaram nesse processo:

- Viajando sozinha preste bastante atenção ao seu entorno (pessoas e informações nos aeroportos)

- Informe-se ao máximo antes de partir para seu destino (mapas, moeda, idioma, costumes, quanto mais informações melhor)

- Perca o medo de falar outro idioma diferente, mesmo que sua pronúncia não seja perfeita se lance! Assim você vai aprendendo e criando mais confiança e fluidez!


Deixe um comentário: