Gastando pouco em Santiago (Chile)

Postado em 21/01/2016

[ Antes de qualquer coisa, aviso que esse post é direcionado para jovens que querem uma experiência pagando pouco em Santiago do Chile. ]

Em novembro de 2015 decidi que iria comemorar a virada do ano em algum país da América do Sul, fiz uma breve pesquisa na internet e me veio a ideia de ir a Santiago do Chile. Não tive muitas expectativas, queria fazer uma viagem barata e sem ter um roteiro apertadíssimo para cumprir. Optei por não fazer viagens por lugares próximos e sim tentar aproveitar tudo que aquela capital tinha a me oferecer. Quando comecei a me programar, pensei: “NÃO SEI FALAR ESPANHOL! É NOVEMBRO, TENHO POUCO DINHEIRO! MAS PERAÍ, QUEM VAI COMIGO?”.

Uma das coisas que faz muitas pessoas deixarem de ter experiências incríveis na vida, é essa tal falta de companhia. Deu-me um frio enorme na barriga ter que viajar sozinha, mas não pensei muito, estava convencida que ia dar tudo certo. E deu! Um conselho: Não dependa de ninguém para fazer nada, você é a sua melhor companhia.

Comprei minha passagem na AEROVIP VIAGENS e tive a facilidade de dividir no boleto, saindo de Teresina (PI), por R$ 1.900 – Esse preço porque comprei em novembro, geralmente você encontra mais barato. Usei meu cartão para pagar minha hospedagem, optei pelo AIRBNB e a diária saiu por R$ 84,00 em Bellas Artes, um lugar lindo e super central. <3

Era a primeira vez que fazia uma viagem totalmente só, no início tive medo de optar pelo Airbnb, mas fui muito cautelosa com a escolha do lugar, procurei ver todas as recomendações e, principalmente, ver quem era o anfitrião. Optei pelo apartamento do Nestor, no anúncio não mostrava grande coisa, mas me apaixonei pela localização, pela proximidade da estação do metrô e as ótimas recomendações ao anfitrião. Foi a melhor coisa que eu fiz! Ele foi ótimo comigo, super solicito, me deu todas as coordenadas da região, me levou para comer um Pastel de Choclo.

                                                                           

(Uma espécie de escondidinho de pamonha com carne)

em Bella Vista (Bairro bohemio que fica próximo de onde eu estava) e me ajudou quando eu mais precisei, ou seja, se quer ir para SANTIAGO, ficar em um lugar barato e próximo a tudo, hospede-se com o Nestor.  [Antes de embarcar, usei um site chamado COUCHSURFING (hospedagem e meetings) para tentar conhecer alguém para apresentar-me a cidade nos primeiros dias. As pessoas que fazem parte dessa comunidade são muito solicitas e adoram turistas, mas claro, ter cuidado e sempre ver as recomendações anteriores é essencial]


Deixe um comentário: